Iniciativa pretende destacar homem de fé e de cultura

O padre Simão Leite de Bettencourt vai ser alvo de uma homenagem, esta quarta-feira, na Lagoa, de onde era natural, com o descerramento de um busto, da autoria do escultor Álvaro França, que ficará instalado no jardim da Praça de Nossa Senhora da Graça.

A estátua, em bronze, é “uma forma de homenagear e perpetuar a memória deste lagoense tendo em conta o contributo que deu ao desenvolvimento cultural e social do concelho, nomeadamente nas áreas da educação e cultura”, refere uma nota do município.

“Personalidade incontornável das letras, mentor de movimentos e ideias”, como sublinha a autarquia, o padre Simão Leite de Bettencourt escreveu manuscritos de cariz humanista; era cronista do Jornal Açores, nas décadas de 60 e 70 bem como cronista regular no jornal diocesano A União. Participou também no ciclo de conferências do círculo de amigos da Lagoa. Este teólogo prestou serviços diretos ao Papa, durante o tempo de permanência em Roma, tendo igualmente serviço no Brasil e nos Estados Unidos. O Sacerdote chegou a ser diretor espiritual do Seminário em Angra e em Ponta Delgada (Seminário Menor). Faleceu em 1975.

 

Iniciativa pretende destacar homem de fé e de cultura

 

O padre Simão Leite de Bettencourt vai ser alvo de uma homenagem, esta quarta-feira, na Lagoa, de onde era natural, com o descerramento de um busto, da autoria do escultor Álvaro França, que ficará instalado no jardim da Praça de Nossa Senhora da Graça.

A estátua, em bronze, é “uma forma de homenagear e perpetuar a memória deste lagoense tendo em conta o contributo que deu ao desenvolvimento cultural e social do concelho, nomeadamente nas áreas da educação e cultura”, refere uma nota do município.

“Personalidade incontornável das letras, mentor de movimentos e ideias”, como sublinha a autarquia, o padre Simão Leite de Bettencourt escreveu manuscritos de cariz humanista; era cronista do Jornal Açores, nas décadas de 60 e 70 bem como cronista regular no jornal diocesano A União. Participou também no ciclo de conferências do círculo de amigos da Lagoa. Este teólogo prestou serviços diretos ao Papa, durante o tempo de permanência em Roma, tendo igualmente serviço no Brasil e nos Estados Unidos. O Sacerdote chegou a ser diretor espiritual do Seminário em Angra e em Ponta Delgada (Seminário Menor). Faleceu em 1975.