A organização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2023, em Lisboa, apresentou na sexta feira, dia 16 de outubro o logotipo do próximo encontro internacional de jovens católicos, inspirado pelos traços da cultura e religiosidade portuguesas, desenhado pela portuguesa Beatriz Roque Antunes.

“A inspiração foi a leitura, e tinha que ser a leitura, não podia ser outra coisa, que para mim já tinha um significado muito especial porque já tinha uma relação com esta leitura antes de todo este desafio”, disse aos jornalistas a designer de 24 anos, após a apresentação online do logotipo.

Neste contexto, Beatriz Roque Antunes explicou que “foi um processo simples” e “foi na oração que foram surgindo as inspirações para ter uma dimensão mais patriótica”, com as cores da bandeira portuguesa, e inspirou-se também em identidades visuais que “trouxessem esta ideia da portugalidade que estão normalmente ligadas a marcas desportivas, das várias seleções de Portugal, e foi um bocadinho trazer isto para esta área espiritual”.

O novo logo da JMJ, inspirado no tema ‘Maria levantou-se e partiu apressadamente’ (Lc 1, 39), proposto pelo Papa, tem como elementos centrais a Cruz, atravessada por um caminho onde surge o Espírito Santo, e a figura da Virgem, acompanhada pela referência à oração do Rosário.

Para a jovem criadora, as imagens do caminho, das contas do Terço e do rosto de Nossa Senhora surgem pelo tema e pela ligação a Portugal.

A proposta vencedora foi escolhida num concurso internacional promovido pelo Comité Organizador Local (COL), que contou com a participação de centenas de candidatos, provenientes de 30 países dos cinco continentes”.