Cursilhos decorrem em fevereiro e abril

No ano pastoral, que arranca este domingo na diocese de Angra, o sub-secretariado de São Miguel do Movimento dos Cursilhos de Cristandade(MCC) promoverá quatro cursilhos, em fevereiro e abril: dois de homens e dois de senhoras.

Os cursilhos constituem um momento de vivência e aprofundamento espiritual de acordo com um esquema pré-definido e destinam-se a todos os leigos que queiram aprofundar este carisma.

O primeiro realiza-se em fevereiro de 14 a 17, o de homens e de 21 a 24 o de senhoras.  Em abril o cursilho de homens realiza-se de 25 a 28 de abril e o de senhoras de 2 a 5 de maio.

Já este mês de outubro, o MCC realiza a sua primeira Ultreia de ilha nos Mosteiros, no dia 23. Este momento de partilha realiza-se novamente a 20 de novembro, no Pilar da Bretanha; a 15 de janeiro no Cabouco e a 21 de maio em Rabo de Peixe, sempre ás 20h30.

A abertura das atividades para este ano pastoral é celebrada com uma eucaristia, na próxima quarta-feira, dia 9 de outubro, em Ponta Garça.

Além destes momentos, o Plano de Atividades prevê ainda a realização de quatro Escolas temáticas e momentos de oração em função do calendário litúrgico como sejam os momentos previstos para o Advento, para a Quaresma e para a Páscoa.

O MCC, que está nos Açores há mais de cinquenta anos, nasceu na ilha de Maiorca, em Espanha, na década de 40, pela mão de Eduardo Bonnín Aguiló.

O primeiro Cursilho da história celebrou-se em Cala Figuera de Santanyí, em Maiorca, de 19 a 22 de Agosto de 1944, usando como base o “Estudo do Ambiente” de Eduardo Bonnín que atuou com reitor levando consigo como dirigentes, José Ferragut e Jaime Riutort. Foi diretor Espiritual desse primeiro Cursilho D. Juan Juliá. Assistiram ao primeiro Cursilho 14 jovens. O MCC contou nos seus inícios, de entre outros sacerdotes, com o entusiasmo D. Sebastián Gaya (autor da “Hora Apostólica e do “Guia do Peregrino) e com a aprovação eclesial de D. Juan Hervás, que a 1 de Março de 1947 chega a Maiorca como Bispo Diocesano, batizando estes encontros em 1953 como Cursilhos de Cristandade.

Nos Açores, o Movimento está há pouco mais de meio século. O primeiro Cursilho na região foi de Homens e realizou-se em Angra do Heroísmo de 11 a 14 de Setembro de 1963, com 37 assistentes. O primeiro Cursilho de Senhoras teve lugar quase um ano depois, de 5 a 8 de Setembro de 1964 e realizou-se em Ponta Delgada com a participação de 47 novas Cursilhistas. Os Cursilhos expandiram-se na região e realizaram-se em vários locais, além das ilhas Terceira e S. Miguel, onde ainda hoje se mantém muito vivos, como S. Jorge, Faial, Pico, Graciosa e Santa Maria, onde recentemente retomaram atividade.