Irmã Inês Vasconcelos das Servas de Nossa Senhora de Fátima vai animar iniciativa

A Irmã Inês de Vasconcelos, das Servas de Nossa Senhora de Fátima, é a convidada da ouvidoria das Flores para animar as sessões de oração pela Vida Consagrada de sábado até 7 de fevereiro, apurou o Sítio Igreja Açores.

A iniciativa insere-se no âmbito das comemorações dos 500 anos da paróquia das Lajes, que coincide com 500 anos de presença católica na parte mais ocidental da Europa e pretende assinalar também o Ano da Vida Consagrada.

A religiosa natural de Ponta Delgada, na ilha das Flores, regressa a “casa” para testemunhar a alegria da vida consagrada numa semana especial de oração em que os cristãos são “Chamados a levar a todos o abraço de Deus”, tema desta iniciativa.

“Espero que o Espirito Santo me ilumine naquilo que vou transmitir” disse ao Sítio Igreja Açores a Irmã Inês Vasconcelos que como qualquer boa açoriana, também confia que “Ele a inspirará para falar de um dom de Deus para servir as pessoas”. E não será difícil  fazê-lo numa terra, onde “todos praticamente nos conhecemos”. Por isso, diz que junto dos mais pequenos, “serei a tia de Jacob porque já fui catequista de grande parte dos pais destes miúdos e agora vou ter a oportunidade de estar com eles”.

A Irmã Inês Vasconcelos entrou para as Servas de Nossa Senhora de Fátima em 1978, fez os primeiros votos em 1881 e os votos perpétuos cinco anos depois. Atualmente está em Coimbra, como assistente espiritual no Hospital da Universidade de Coimbra, depois de ter servido nas comunidades da congregação em Monterreal, no Canadá, em Lisboa e em Santarém. É a única açoriana desta congregação que acaba de receber uma jovem terceirense, Rita Ornelas, natural da paróquia da Sé,  que iniciou em outubro passado o postulantado, que durará um ano.

“Estou muito contente com isso, aliás encontrei-me com ela este fim de semana na comemoração dos 90 anos da nossa casa em Santarém, que acolhe crianças. Dos Açores já fomos várias nomeadamente do Corvo, da Terceira e de São Jorge, mas viva só resto eu. Por isso, fico muito satisfeita pela Rita”, disse ao Sítio Igreja Açores.

As Servas de Nossa Senhora de Fátima tinham duas comunidades na Diocese de Angra- nas Flores e em Ponta Garça, Vila Franca do Campo- mas saíram do arquipélago há dois anos.

Durante a Semana de Oração pela Vida Consagrada a religiosa participará em várias eucaristias e animará a vigília de Oração, grupo de crismandos  que se realizará no domingo.

Na segunda feira, dia 2 de fevereiro, dia do Consagrado, participará na aula de E.M.R.C de Ponta Delgada, depois na Eucaristia da Santa Casa da Misericórdia de Santa Cruz e regressará à escola para dar testemunho vocacional nas aulas de E.M.R.C. da Escola de Santa Cruz. Ao fim do dia participa na Eucaristia da Apresentação do Senhor com o rito da bênção das velas e, á noite, encontrar-se-á com todos os catequistas das paróquias da Lomba, Fazenda (Lajes), Lajes, Fajãzinha e Fajã Grande.

Durante o resto da semana este programa intenso de envolvimento nas aulas de E.M.R.C, nas salas de catequese e participações em eucaristias repete-se com particular destaque para sexta feira, dia 6 de fevereiro, de tarde, em que animará a hora santa em Santa Cruz, conjuntamente com o Apostolado de Oração e Adoradoras da Santa Face de Ponta Delgada e Santa Cruz

Esta Semana de Oração pela Vida Consagrada insere-se no âmbito do vasto programa de atividades que assinalam as comemorações dos 500 anos da Paróquia das Lajes das Flores.