Francisco condena ataque «sangrento» que provocou mais de 50 mortos

O Papa condenou hoje no Vaticano o “sangrento” atentado que provocou mais de 50 mortes este sábado, durante um casamento na cidade turca de Gaziantep.

“Queridos irmãos e irmãs, chegou-me a triste notícias do sangrento atentado que ontem [sábado] atingiu a querida Turquia. Rezemos pelas vítimas, os mortos e os feridos, e peçamos o dom da paz para todos”, disse, desde a janela do apartamento pontifício.

Francisco convidou os presentes na Praça de São Pedro, para a recitação do ângelus, a rezarem com ele uma Avé-Maria.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou em conferência de imprensa que o bombista suicida responsável pelo atentado, que provocou pelo menos 51 mortos, tinha entre 12 e 14 anos.

O chefe de Estado da Turquia adiantou aos jornalistas que o ataque terá sido perpetrado pelo grupo jihadista do autoproclamado ‘Estado Islâmico’.

(Com Ecclesia)