Retiro no mês de novembro é a primeira iniciativa que vai ao encontro dos desafios levantados pelo Papa Francisco

A delegação da ilha Terceira do Serviço diocesano da pastoral juvenil promove entre os dias 24 e 26 de novembro o primeiro retiro do ano pastoral com vista à preparação do sínodo  sobre os jovens, a fé a igreja.

Intitulado, “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional” , o retiro, que decorrerá no Palácio de Santa Catarina, no Pico da Urze,  destina-se a jovens com idade mínima de 17 anos e pressupõe uma inscrição até dia 15 de novembro, com um custo de 20 euros que inclui o pagamento do alojamento, das refeições  e dos materiais.

Este retiro, organizado pela Pastoral Juvenil da Ilha Terceira, vem no seguimento ao apelo do Papa Francisco em envolver o maior número de jovens. Por ser um “assunto sério”, refere uma mensagem na página on line do retiro, “ é necessário compreender e inteirar-se de tudo o que envolve o sínodo e do que dele se pretende para que as nossas dúvidas sejam refletidas e esclarecidas”.

O Papa Francisco desafiou os jovens de todo o mundo,  crentes e não crentes, a prepararem a assembleia do Sínodo dos Bispos de 2018.
Esta iniciativa do Santo Padre responde ao seu desejo anteriormente manifestado de envolver o maior número possível de jovens na preparação da próxima assembleia sinodal, marcada para outubro de 2018, tendo como tema ‘Os jovens, a fé e o discernimento vocacional’.
Como referiu o Santo Padre “quero colocar-me à escuta da voz, da sensibilidade, da fé e também das dúvidas e das críticas dos jovens.