Conjugando a natureza com a criatividade e as luzes de Natal, freguesia das Furnas volta a fazer o Presépio das Caldeiras

O coração da cratera do vulcão das Furnas volta a receber mais uma edição do Presépio das Caldeiras que terá as luzes acesas até ao próximo dia 6 de janeiro.

“É porventura um presépio único no mundo”, refere o pároco Ricardo Pimentel, ouvidor da Povoação, que destaca o empenho colocado pelas autoridades para manter viva esta tradição.

“Num momento em que na Europa tudo o que é presépio ou manifestação de fé é escondido é de louvar que a junta e a Câmara mantenham esta tradição”, refere numa entrevista ao Igreja Açores.

O Presépio da Caldeira das Furnas é composto por cinco mil figuras, dispostas ao longo de toda a caldeira, e acompanham a natureza exuberante destas parangens, convivendo com as fumarolas bem como com o verde luxuriante do lugar. à noite, com as luzes ganha um novo encanto e é a melhor altura para uma visita, garante o Pe. Ricardo Pimentel.

Este sábado , tal como acontece ao fim de semana, na zona do presépio haverá animação musical com a Academia Musical da Povoação e no dia 29 haverá o tradicional festival de sopas, organizado pela paróquia, que também terá muita animação.

Este ano, o mais célebre presépio de Natal da ilha de São Miguel conta com mais de mil lâmpadas, dois mil metros de mangueira e cerca de 5000 figuras.

De 24 até 26 de Dezembro e de 30 de dezembro até ao dia 2 de Janeiro o Presépio ficará iluminado continuamente. Nos restantes dias, a iluminação estará disponível das 18h00 à 01h00.

Durante a época natalícia, também o Observatório Microbiano dos Açores, sediado no antigo Chalé de Misturas, terá um horário de abertura mais alargado, podendo também ser visitado à noite.

O presépio das Furnas começou em 1976, ao que tudo indica, com um Grupo de Jovens das Furnas (J.D.F.), que na altura também tinha dotes para ensinar pintura, música, entre outras particulares. Depois de estar cerca de dois anos estagnado, recomeçou com muita força e vontade popular até aos dias de hoje, sempre enriquecido, de ano para ano.

Durante muito tempo a ornamentação do Presépio das Caldeiras foi uma responsabilidade da Junta de Freguesia local, levada a cabo com o apoio da edilidade povoacense. Nos últimos anos este encargo tem sido totalmente suportado pela Câmara Municipal da Povoação.