Proposta tem por base a necessidade de um caminho sinodal de todos os educadores

A Igreja Católica vai assinalar, a partir de domingo, a Semana Nacional da Educação Cristã, centrada na necessidade de um caminho sinodal também por parte dos educadores.
Em nota pastoral sobre a Semana Nacional da Educação Cristã, a Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé (CEECDF), defendeu que “a necessidade de unir e conjugar esforços faz-se sentir de forma especial no campo educativo”.
Recordando que o Papa lançou, em setembro de 2019, um convite para um encontro mundial para “Reconstruir o pacto educativo global” – que devido à pandemia só se realizou em outubro de 2020 -, a comissão episcopal presidida pelo bispo de Aveiro, António Moiteiro Ramos, sublinha as palavras de Francisco, segundo as quais, o flagelo da covid-19 “tornou ainda mais urgente” aquele pacto educativo global “que empenhe as famílias, as comunidades, as escolas e universidades, as instituições, as religiões, os governantes, a humanidade inteira na formação de pessoas maduras”.
Para a CEECDF, “este desafio da aliança educativa e da pedagogia sinodal interessa grandemente aos educadores cristãos. Em vez de cuidar apenas do seu grupo, precisam de ser promotores da ‘aldeia global’, integrando e conjugando a sua atividade com todas as forças envolvidas no processo educativo”.
“Assistimos ao emergir de uma época diferente que não se coaduna com as perspetivas fechadas e exclusivistas de algumas forças políticas ou sociais. A pandemia fez vir ao de cima a interdependência e a urgência de colaboração de todas as componentes sociais. Precisamos de caminhar para um novo modelo cultural que realce a solidariedade, o valor da transcendência, a liberdade e dignidade de todas as pessoas e a fraternidade social; um modelo que eduque para a capacidade de viver em relação com os outros e de cuidar da casa comum”, defende a comissão episcopal.
A terminar a Semana Nacional da Educação Cristã, realizam-se em Fátima, no fim de semana de 23 e 24 de outubro, as Jornadas Nacionais de Catequistas, subordinadas ao tema “Sinodalidade e Catequese”.
“A Catequese: primeiro anúncio na família e na comunidade cristã”, pelo bispo António Moiteiro Ramos, “A sinodalidade na ação evangelizadora da Igreja”, pelo padre Tiago Freitas, “A cultura digital e o desafio evangelizador para as comunidades cristãs”, pelo padre Luís Figueiredo Rodrigues, são alguns dos temas em debate nestas jornadas.
(Com Lusa)