Bens culturais desafias paróquias a assinalar festivamente o Dia Nacional dos Bens Culturais da Igreja, no próximo dia 18 de outubro

A diocese de Angra vai assinalar pelo nono ano consecutivo o Dia Nacional dos Bens Culturais da Igreja e acaba de desafiar todas as paróquias do arquipélago a aderirem à iniciativa, através do desenvolvimento de “acções que traduzam o encontro entre a missão litúrgica” do património religioso, “a sua preservação material e valorização cultural”.

Na carta enviada a todos os sacerdotes, párocos, o Vigário Geral da diocese, Cónego Hélder Fonseca Mendes, adianta que o tema escolhido este ano retoma as palavras do Papa Francisco aos participantes do congresso internacional “Deus já não habita aqui?”.

“Sublinhando a necessidade de reflexão e adaptação aos desafios contemporâneos, evoca a passagem do Livro dos Macabeus sobre o destino das pedras de um antigo altar, sublinhando: preferiram removê-las “até que viesse algum profeta e decidisse o que se lhes devia fazer” (I – 4,46)” destaca o sacerdote sublinhando o papel “crucial, de reconhecido valor cultural e de agregação social” que tem o património religioso.

“A vitalidade e especificidade dos Bens Culturais da Igreja reclamam, cada vez mais, uma articulação plena entre a comunidade religiosa, civil e científica” ressalva o cónego Hélder Fonseca Mendes.

As ações, a desenvolver entre os dias 17 e 20 de outubro de 2018, vão desde conferências, exposições, lançamentos editoriais, apresentação de intervenções de reabilitação, visitas guiadas, concertos, e outros eventos, envolvendo arte religiosa, bibliotecas eclesiais, arquivos ou património imaterial.

As paróquias deverão enviar para a Comissão Diocesana dos Bens Culturais, até dia 11 de outubro, a designação da iniciativa, uma apresentação do seu conteúdo, o programa comemorativo, as datas e o horário da iniciativa concreta, bem como os materiais gráficos que forem definidos. A cargo da Comissão Diocesana para os Bens Culturais da Igreja ficará a divulgação conjunta do programa diocesano e nacional.

O Dia Nacional dos Bens Culturais da Igreja é uma iniciativa do Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja, da Conferência Episcopal Portuguesa, realizada desde 2011 no dia 18 de Outubro (dia de S. Lucas, padroeiro dos artistas). Procurando potenciar e divulgar o trabalho desenvolvido no contexto das dioceses portuguesas, visa o envolvimento de um leque alargado de instituições com atuação na área do património cultural, dentro e fora do contexto eclesial.