Para construir não basta desejar

Por Renato Moura Aproxima-se o fim do ano. As visitas aos amigos, os contactos pessoais e até os telefonemas serão, cada vez mais, substituídos por mensagens pela internet, o que até seria aceitável se contivessem uma mensagem pessoal e não uma mera cópia de outra...