Desleixos e fraudes não são dos mortos

Desleixos e fraudes não são dos mortos

Por Renato Moura A notícia caiu como uma bomba: a Segurança Social fez pagamentos de pensões, no valor de cerca de 3,7 milhões de euros, a beneficiários já mortos. Trata-se de uma descoberta verdadeira, pois que resulta de uma auditoria do Tribunal de Contas (TC). Há...