Há muito, muito tempo, as árvores falavam

Há muito, muito tempo, as árvores falavam

Pelo padre José Júlio Rocha O mato do Ferraz, uns quintais abaixo da casa da avó, era o ponto alto da nossa aventura. Não passava de uma mata de eucaliptos, pontilhada por faias do norte perfumadas, mas era-nos imenso na nossa infância, um país das maravilhas por...
Vítimas de previsões

Vítimas de previsões

Por Renato Moura Presentemente constroem-se e divulgam-se previsões para tudo. Teoricamente a previsão seria uma acção para antever, ou calcular com antecedência, alguma coisa que ainda está para acontecer, e baseada em exames e estudos. Há as previsões meteorológicas...