Patriarca latino de Jerusalém vai presidir às celebrações na Cova da Iria. 50 doentes açorianos participam em retiro da Mensagem de Fátima e estarão nas celebrações.

50 doentes açorianos, particularmente das ilhas de São Miguel e Terceira, estão desde o dia 10 a participar num retiro organizado pelo Movimento da Mensagem de Fátima e vão integrar todas as festividades que celebram os 97 anos das aparições de Nossa Senhora aos três pastorinhos, hoje e amanhã.

 

O Santuário de Fátima revelou, também, que cerca de 35 mil pessoas fizeram ou estão a fazer a pé o caminho até à Cova da Iria para participar nas celebrações da peregrinação do 13 de maio.

 

“[Os peregrinos] Vêm de todo o país e já não só do norte, como era mais caraterístico; vêm de forma mais organizada, acompanhados por guias ou por peregrinos com maior experiência na peregrinação a pé; muitos grupos são de centenas de pessoas”, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

 

A presença nas estradas portuguesas é visível desde os últimos dias de abril e tem sido acompanhada por uma campanha das autoridades de segurança, para prevenir acidentes.

 

Em declarações à Sala de Imprensa do Santuário, o padre Manuel Antunes, diretor do Serviço de Associações (SEDO) do Santuário de Fátima e assistente nacional do Movimento da Mensagem de Fátima (MMF), entidade que coordena o acompanhamento dos peregrinos ao longo do percurso, destaca o esforço das autoridades.

 

“De ano para ano tem melhorado muito o trabalho da GNR, uma presença que entendemos muito importante; temos também verificado o grande empenho das autarquias dos principais lugares por onde passam peregrinos”, sublinha o padre Manuel Antunes.

 

O Movimento da Mensagem de Fátima tem sob a sua coordenação para esta peregrinação 72 postos de acolhimento distribuídos pelos caminhos de Fátima.

 

Nestes postos trabalham voluntariamente 1500 pessoas ligadas às seguintes entidades: MMF, Ordem de Malta, Cruz Vermelha, Escuteiros e Bombeiros.

 

Além dos 72 postos fixos, este ano foram criadas sete equipas itinerantes para apoio ao longo do percurso.

 

A peregrinação aniversária da primeira aparição de Nossa Senhora aos Pastorinhos tem abertura oficial marcada para as 18h30 de hoje, com a presidência de D. Fouad Twal, patriarca latino de Jerusalém.

 

Em entrevista à sala de imprensa do Santuário de Fátima, D. Fouad Twal adianta as principais intenções de oração que trará a um local onde “Maria continua a irradiar a sua luz, o seu amor de Mãe, os seus ensinamentos”.

 

“Virei apresentar a Nossa Senhora as súplicas dos seus filhos do Médio Oriente e as dos seus filhos de todo o mundo e, de um modo especial, pedir-lhe-ei pelas necessidades dos cristãos e de todos os habitantes da sua pátria: a Terra Santa. A todos vos peço para que rezem pela Terra de Jesus e de Maria”, refere.

 

A peregrinação tem como tema ‘Mãe do amor misericordioso’ e encerra-se na terça-feira, a partir das 10h00, com a Eucaristia, bênção dos doentes, consagração e procissão do adeus.

 

A GNR pede aos peregrinos que procurem chegar atempadamente às cerimónias, a fim de evitarem filas prolongada e que, no final, saiam de forma “calma e gradual”.

 

O trânsito vai estar em várias ruas junto ao Santuário por razões de segurança.