Reuniões na Vigaria Nascente têm lugar já na próxima semana

O Administrador Diocesano, cónego Hélder Fonseca Mendes, inicia na próxima semana um périplo que o conduzirá a todas a ilhas para reunir com o Clero, conforme prometeu depois de ter sido eleito pelo Colégio de Consultores.

Entre os dias 13 e 15 de dezembro estará em São Miguel e Santa Maria; nos dias 20 e 21 em São Jorge; 27 e 28 no Corvo e nos dias 29 e 30 nas Flores. Em janeiro estará no faial a 4 e 5; no Pico a 6 e 7; na Graciosa a 8 e na Terceira entre os dias 10 e 11 de janeiro.

Com exceção do clero das ilhas de São Miguel e da Terceira, onde os contactos serão privilegiadamente com os ouvidores, o cónego Hélder Fonseca Mendes espera poder encontrar-se com todos os sacerdotes, embora adiante que a agenda de contactos “será informal”. Em cima da mesa estará a partilha de informação sobre “o andamento do programa pastoral diocesano, a preparação das jornadas mundiais da juventude e o sínodo dos bispos de 2023”.

No dia 12 de janeiro, reunirá com o Colégio de Consultores.

Na primeira entrevista que deu ao Igreja Açores, depois da eleição, o cónego Hélder Fonseca Mendes adiantou que o Colégio de Consultores e o `colégio´ de ouvidores seriam os seus principais interlocutores.

“Entendo o cargo de alguma maneira numa atitude de continuidade e responsabilidade do cargo que já tinha na diocese como Vigário Geral(…) Depois da minha eleição disse aos meus colegas que este era o órgão mais próximo de aconselhamento e de presença; entendo que é este o papel deste órgão sobretudo em tempo de sede vacante” refere o sacerdote na entrevista, salientando o programa que já tem definido, embora com uma dificuldade de planeamento óbvia que resulta da “natureza intemporal do cargo”, afirmou na entrevista.