Pelo Pe José Júlio Rocha.

«Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Ouvistes que foi dito aos antigos: “Olho por olho e dente por dente”. Eu, porém, digo-vos: Não resistais ao homem mau. Mas se alguém te bater na face direita, oferece-lhe também a esquerda.» (Mateus 5, 38-39)
Há páginas dos Evangelhos que, de bom grado, nós rasgaríamos e o cristianismo tornava-se um caminho fácil de percorrer. Esta é uma delas.
Há muitas maneiras de dar a outra face. E não, definitivamente, dar a outra face não é humilhar-se e fazer de tapete para os outros nos passarem por cima. É um ato de coragem sobre nós mesmos e um caminho novo que todo o cristão devia seguir.
De contrário, a maldade gera a maldade que gera a maldade indefinidamente.
Quando amarmos os inimigos deixa de haver inimigos. Utopia? Não: cristianismo.