Pelo Pe José Júlio Rocha.

Naquele tempo, começou Jesus a censurar duramente as cidades em que se tinha realizado a maior parte dos seus milagres, por não se terem arrependido. (Mateus 11, 20)
O arrependimento faz parte do caminho do cristão. A nossa vida também é feita de erros, pecados, fraquezas que é preciso corrigir. E um dos maiores erros é julgar que, não matando nem roubando, não se tem pecados.
Jesus trouxe-nos também o desassossego da mudança. Devemos estar preparados para nos convertermos todos os dias e nos tornarmos cada vez mais santos.
E termos um coração agradecido por tantos dons que recebemos.