Encontro decorre no Convento da Esperança em Ponta Delgada

Entre hoje e amanhã decorrerá no Convento da Esperança, em Ponta Delgada, um retiro de Casais das Equipas de Nossa Senhora do Sector Açores Oriental, que integra as ilhas de São Miguel e Santa Maria.

“É um momento importante neste tempo de Quaresma, de reflexão, interioridade e renovação; e mais uma etapa que nos aproxima do Senhor e da sua Palavra”, informa uma nota enviada ao Igreja Açores.

O Retiro será orientado pelo Padre Nelson Vieira, sob o tema “Permanecei em mim e Eu permanecerei em Vós (Jo 15,4) – Cristo, origem conteúdo e meta da Fé”.

O Retiro “é um desafio lançado às equipas neste tempo de Quaresma e de encontro com Cristo”, sublinha a nota.

Os momentos de reflexão, oração, celebração que irão acontecer ao longo do Encontro “serão pistas para estas se sintonizarem com a Espiritualidade e com Deus na sua caminhada como pessoas e como casais na busca da santidade e da felicidade”, refere ainda a nota.

Atualmente o Sector Açores Oriental possui 10 equipas e uma equipa jovem que entrou em pilotagem em outubro do ano passado. A Equipa de sector tem como conselheiro o Pe. Miguel Tavares e a equipa jovem o Pe. Hélio Soares.

As Equipas de Nossa Senhora são um movimento de espiritualidade conjugal cujo objetivo é ajudar os casais a viver plenamente o seu sacramento do Matrimónio, anunciando ao mundo os valores do casamento cristão pela palavra e pelo testemunho de vida, assumindo-se como uma verdadeira escola de formação para casais cristãos unidos pelo sacramento do Matrimónio.

Apesar de não ser um movimento mariano, as ENS recebem o nome de Maria, colocando-se sob sua proteção.

As Equipas são constituídas por um número indicativo de 5 a 7 casais e um sacerdote, designado Conselheiro Espiritual. Reúnem-se mensalmente num encontro de oração, partilha e estudo de um tema de formação cristã, para se entreajudarem numa caminhada com Cristo.

O movimento das Equipas de Nossa Senhora está espalhado pelo mundo inteiro. Em Portugal o movimento existe há mais de 60 anos e encontra-se espalhado pelo continente, pelas ilhas (Madeira e Açores), África do Sul e África lusófona (Angola, Moçambique, Cabo Verde e S.Tomé e Príncipe). Em Janeiro de 2009 existiam 1.119 equipas totalizando 13.499 membros, 6.276 casais, 237 viúvos e 710 Conselheiros Espirituais.

O movimento foi criado em 1939, em Paris, por um jovem padre na Paróquia de Notre Damme, Henri Caffarel. Mas só em 1947, no final da II guerra ganhou consistência, criando-se uma estrutura concretizada numa “Regra”, plasmada na Carta das Equipas de Nossa Senhora.

Este documento resume a metodologia do Movimento, identificando as metas essenciais dos equipistas: vontade de viver o seu Matrimónio e de aprofundar a sua Fé, com a ajuda de uma Equipa.

A Carta propõe um certo número de meios entretanto testados: oração conjugal e familiar; diálogo conjugal mensal sob o olhar de Deus; reunião mensal de equipa para rezar e partilhar; regra de vida pessoal e retiro espiritual anual.

A primeira Equipa portuguesa foi a Porto 1, criada em 1957.