Vigário Episcopal da Vigararia Nascente pede em nome da responsabilidade o cancelamento extensível a todas as ouvidorias da maior ilha do arquipélago

As  celebrações religiosas das Ouvidorias do Nordeste e de Vila Franca, ficam, a partir deste fim-de-semana e, por tempo indeterminado, canceladas com exceção de funerais nos quais só poderão participar familiares muito próximos, informa uma carta enviada a todo o clero da ilha pelo Vigário Episcopal da Vigararia Nascente.

“Na qualidade de Vigário Episcopal é do meu entender que devemos suspender todas as celebrações na nossa Ilha, com início já neste fim-de-semana e até novas orientações” afirma o cónego Adriano Borges, determinando que nas Ouvidorias do Nordeste e de Vila Franca, “ficam, desde já e sine die, canceladas todas e quaisquer Celebrações”.

O sacerdote lembra que as “notícias e relatos dos últimos dias são verdadeiramente preocupantes” no que se refere ao aumento do número de casos e à sua transmissibilidade e, por isso, “seria de uma enorme irresponsabilidade que as paróquias da nossa Ilha de S. Miguel, continuassem a promover `eventos´ que implicam ajuntamentos”, referindo-se  “à celebração das Eucaristias semanais e Dominicais, bem como das demais Celebrações”.

“A nova estirpe ataca de uma forma avassaladora e todos devemos ter os máximos cuidados e de sermos responsáveis”, afirma o sacerdote na carta que escreveu ao clero da ilha procurando, uma vez mais, que a Igreja esteja na primeira linha do combate à pandemia, que pela segunda vez consecutiva atingiu fortemente a maior ilha do arquipélago.

Os Açores registaram, nas últimas 24 horas, 31 novos casos de covid-19, todos em São Miguel, a maioria “em contexto de transmissão comunitária”, e nove doentes recuperaram da doença, informou hoje a Autoridade de Saúde Regional.

No seu boletim diário, aquela entidade refere que foram diagnosticados “31 novos casos de covid-19 nos Açores, todos em São Miguel, sendo 27 em contexto de transmissão comunitária e quatro referentes a viajantes (três não residentes, com análise positiva ao sexto dia, e um viajante inter-ilhas, com teste positivo no rastreio para viagem entre São Miguel e a Terceira)”.

O total de casos positivos resulta de 2.089 análises realizadas em laboratórios de referência da região.

No concelho de Ponta Delgada foram diagnosticados 11 novos casos, em Vila Franca do Campo 10 casos, no concelho do Nordeste há cinco novos casos, enquanto na Ribeira Grande foi registado um novo caso. No concelho da Lagoa há quatro novos casos.

Hoje há nove recuperações em São Miguel e todas no concelho de Ponta Delgada, mas há mais um doente internado no Hospital do Divino Espírito Santo, onde estão agora sete pessoas internadas, duas das quais em Unidade de Cuidados Intensivos.

A região regista hoje 208 casos positivos ativos, sendo 207 em São Miguel (81 no concelho de Ponta Delgada, 66 em Vila Franca do Campo, 38 no concelho do Nordeste, 12 na Ribeira Grande, nove no concelho da Lagoa e um no concelho da Povoação) e um em Santa Maria, na freguesia de Santa Bárbara, do concelho de Vila do Porto.

O número de vigilâncias ativas é presentemente de 1.177.