Durante três dias florentinos refletiram sobre o Evangelho de São Marcos

Encerraram esta noite as II Jornadas Bíblicas promovidas pela Ouvidoria das Flores centradas no Evangelho de São Marcos

“Esta foi uma aposta forte na formação das comunidades cristãs” refere uma nota enviada ao Igreja Açores pelo ouvidor Pe. Eurico Caetano.

Durante três dias, por um período de hora e meia, os florentinos ouviram as reflexões do Pe. Francisco Ruivo, da diocese de Santarém, que já tinha estado este ano nas Jornadas Bíblicas de São Miguel.

O sacerdote estudou na Pontifícia Universidade Gregoriana e no Pontifício Instituto Bíblico em Roma. Frequentou ainda um curso de verão “arqueologia e geografia do povo bíblico” no Instituto Bíblico de Jerusalém. É Pároco “in solidum”, moderador, da cidade de Santarém (paróquias de São Nicolau, Santa Iria da Ribeira de Santarém, Divino Salvador e Marvila); Membro do Conselho Presbiteral e do Colégio dos Consultores; Assistente eclesiástico do Secretariado da Catequese da Infância e Adolescência e da Comissão diocesana Justiça e Paz; Vigário Forâneo (ouvidor) de Santarém.

Durante estes três dias, o palestrante “cativou a atenção dos participantes”,  com “uma linguagem muito acessível” deu a conhecer de uma melhor forma este evangelho, a razão pela qual foi escrito, a quem se dirigia, quem o escreveu e  a sua estrutura.

Durante as reflexões foram realçados os aspectos fundamentais deste evangelista, retirando ensinamentos para a vida quotidiana.

“Estas jornadas bíblicas foram abertas a todos os florentinos, tendo como principal objectivo a formação dos agentes pastorais” sublinha a nota destacando “ a adesão das pessoas, que manifestaram imensa satisfação, entusiasmo e vontade de aperfeiçoar os seus conhecimento”.