Santa padroeira dos músicos assinala-se um pouco por toda a diocese

A ouvidoria do Faial celebra no próximo fim de semana a festa em honra de Santa Cecília, a padroeira dos músicos.

A celebração desta efeméride começa esta sexta feira, dia 16, à noite, no Convento do Carmo, na Horta, com uma conferência proferida pelo presidente da Comissão Diocesana de Música Sacra, Pe. Duarte Gonçalves Rosa, intitulada “A Palavra na música sacra”.

Esta festa integra, ainda, o VI Encontro  Coros da ilha do Faial que se realiza no sábado às 20h30, na Igreja do Carmo.

A Festa em honra de Santa Cecília prossegue no domingo, com o habitual desfile de bandas Filarmónicas pelas ruas da Cidade da Horta a partir do largo do Infante para a Igreja Matriz, às 11h00, seguindo-se a Missa Solene em honra de Santa Cecília, e participada pelas Filarmónicas e Grupos Folclóricos da Ilha do Faial e pelo Grupo Coral da Zona Norte. Esta Missa será presidida pelo Pe. Duarte Gonçalves Rosa.

Também na Povoação, a padroeira dos músicos ganha uma dimensão de ouvidoria. No domingo, dia principal da festa com Eucaristia Solene na Igreja Matriz, realiza-se um desfile de filarmónicas e da Charanga dos Bombeiros da Povoação.

Também no Pico, a paróquia da Madalena tem por hábito celebrar a padroeira dos músicos com uma festa que reúne as filarmónicas da ilha.

Santa Cecília é uma santa cristã, padroeira dos músicos e da música sacra. É provável que tenha sido martirizada entre 176 e 180, sob o império de Marco Aurélio. Santa Cecília é a santa da Igreja Católica que mais tem basílicas em Roma (nenhuma outra santa conseguiu tal feito) e é uma das santas mais veneradas da Idade Média, além de ser a primeira santa encontrada com corpo incorrupto, no ano de 1599, mesmo depois de tantos séculos.