Padre Igor Oliveira é o primeiro pregador da novena de Nossa Senhora da Conceição no santuário da Conceição, na Terceira

O responsável diocesano do Serviço de Apoio à Catequese, Evangelização e Missão desafiou esta noite os peregrinos participantes na novena preparatória da festa da Imaculada Conceição, no Santuário diocesano, a confiar mais em Deus e a deixar para trás tudo aquilo “que afoga” e “nos afasta de Deus”.

“Maria não disse ao Anjo para vir no dia seguinte: acreditou, confiou e entregou-se sem reservas. É esta fé de quem se abandona que precisamos de desenvolver libertando-nos dos fardos, de uma vida que nos enche tanto e que nos afoga em coisas mas nos afasta desta disponibilidade para irmos ao encontro dos outros”, disse o padre Igor Oliveira no sermão do segundo dia desta novena.

A partir da liturgia, o sacerdote apelou a uma “paragem” em nome da “coerência”.

“Muitas vezes a nossa boca professa muito mas depois o nosso coração fecha-se” referiu comparando alguns cristãos de hoje aos hipócritas do tempo de Jesus.

“A nossa grande falta de testemunho é precisamente por isto: por vezes temos a atitude dos hipócritas que carregavam os outros com fardos e achavam-se a eles donos da verdade e das virtudes.  Nós podemos ser estes hipócritas. Professemos com a boca mas mantenhamos o coração livre e limpo para acolher e servir”, referiu.

O sermão centrou-se na fé e na confiança em Deus e no Seu amor.

“As maiores frustrações na nossa vida aparecem quando alguma coisa corre mal porque confiámos mais nas nossas capacidades do que em Deus”, referiu.

“Nós só seremos cristãos alegres, capazes de levar a boa nova aos outros, se nós próprios vivermos a esperança de que Cristo faz diferença na nossa vida”, disse ainda sublinhando a importância do serviço na vida de um cristão.

“Deus vai ao encontro dos que mais precisam e menos têm. Quem quer seguir Jesus tem de dar tudo a Deus, isto é, na nossa vida, na forma como vivemos com os nossos demos tudo e deixemos de lado os nossos pequenos egoísmos”, concluiu.

O padre Igor Oliveira ainda pregará o dia de amanhã, depois seguem-se os padres Gregório Rocha e Francisco Sales.

A novena de Nossa Senhora da Conceição decorre até dia 6 de dezembro. A partir do dia 7 serão celebradas várias missas destinadas a vários grupos- escolas, funcionários públicos e movimentos de apostolado- culminando com o Dia da Solenidade da Imaculada Conceição a 8 de dezembro. Neste dia, o Santuário acolherá 7 missas ; a última com a Confraria da Conceição terá lugar às 19h00.

Paralelamente à novena decorre junto ao Santuário uma feira do livro e de artesanato.