Iniciativa decorreu na Candelária

Realizou-se no passado dia 13 de abril,  no Salão da Casa de Acolhimento Mãe Clara, das Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição, na Freguesia da Candelária, na ilha do Pico, o lançamento de duas obras da autoria do Pe. Manuel Garcia da Silveira, “Subsídios para o estudo do Património Artístico e Cultural da Matriz de Velas” e “Mensagens que falam”, ambos datados de 2017.

A sessão de lançamento aconteceu na Candelária por vontade expressa do autor para  “homenagear o ilustre filho daquela Freguesia o  Bispo D. Jaime Garcia Goulart, que o ordenou Sacerdote há 50 anos na Igreja Paroquial da Praia do Almoxarife, no Faial, de onde é natural” refere uma nota da ouvidoria do Pico enviada ao Igreja Açores.

Na ocasião, o Ouvidor do Pico, Pe. Marco Martinho, saudou o Pe. Manuel Silveira pelas suas Bodas de Ouro Sacerdotais, expressando o facto da Ouvidoria do Pico se associar ao Jubileu Sacerdotal, felicitando-o pela obra pastoral e cultural realizada ao longo dos últimos 50 anos e também pela sua dedicação às obras literárias que tem publicado, especialmente desde que é Pároco Emérito das Velas.

A apresentação das obras esteve a cargo de Victor Rui Dores, amigo do autor, que começou a sua vida pastoral pelo Pico, Paróquia da Piedade, depois a ilha Graciosa, Paróquia da Luz e depois, por várias décadas, na vila das Velas e Beira, na Ilha de São Jorge.

Victor Rui Dores sublinhou a abertura do Pe. Manuel Silveira ao Concilio Vaticano II e a sua influência na atitude pastoral e cultural.

Durante o lançamento houve ainda tempo para uma atuação do Grupo de Cordas da Casa da Música da Candelária, e foi declamado o Salmo “Do nosso Mar” pelo Pe. Manuel Silveira, Dr. Victor Rui Dores e por José Carlos Costa.