Encontro foi  aberto a toda a igreja e contou com a presença de 80 mensageiros

O Movimento da Mensagem de Fátima (MMF) iniciou este sábado o novo ano pastoral com um encontro formativo no Centro Pastoral de São Bento, em Angra do Heroísmo.

O encontro contou com a participação de 80 mensageiros e foi orientado pelos dirigentes nacionais Pe. Francisco Pereira, capelão do Santuário de Fátima e assistente nacional do sector juvenil do MMF e por três dirigentes nacionais também ligados ao sector jovem, nomeadamente, Cátia Inês, Ricardo Raimundo e Luís Reis.

O tema do encontro foi  a “Mensagem de Fátima dom e manto de luz: tempo de graça por peregrinar em igreja”, procurando aprofundar a espiritualidade dos mensageiros sobre a mensagem deixada por Nossa Senhora ao mundo através dos três pastorinhos, dois deles feitos santos pelo Papa Francisco em maio do ano passado, por altura da celebração do Centenário das Aparições.

“Tratou-se de uma oportunidade para aprofundarmos a fé e por isso convidámos toda a igreja a participar” disse ao Igreja Açores Nelson Gonçalves, diretor do secretariado diocesano do MMF.

Este encontro formativo organizado pelo Secretariado Diocesano com a colaboração do Secretariado Nacional insere-se no âmbito da estratégia de levar a mensagem de Fátima às dioceses, procurando aprofundar o seu conhecimento e a sua difusão.

O Movimento da Mensagem de Fátima é uma associação pública de fiéis, com personalidade jurídica, ereta pela Conferência Episcopal Portuguesa, com caráter nacional e está presente em todas as dioceses do país. O responsável nacional do Movimento é o bispo da diocese de Leiria-Fátima, cardeal D. António Marto. Nos Açores o MMF é assistido pelo Pe. Júlio Rocha, professor de Teologia Moral no Seminário de Angra, que é o assistente diocesano. Além do Secretariado diocesano e devido à insularidade, o MMF tem um sub-secretariado em São Miguel, assistido pelo Pe. João Furtado, ouvidor eclesiástico de Lagoa.