Papa beija os pés dos líderes do Sudão do Sul reunidos em retiro no Vaticano

“Os sul-sudaneses ficaram positivamente impressionados ao ver o Papa Francisco suplicar a paz aos políticos do país. O Papa que se ajoelha e beija os pés dos líderes do Sudão do Sul. Os vídeos e as imagens do evento passam ininterruptamente nas emissoras de televisão, nas redes sociais e nos telemóveis das pessoas comuns”, disse à Agência Fides, a religiosa Irmã Elena Balatti, missionária comboniana que se encontra em Juba, a capital do Sudão do Sul.

Um gesto em nome do povo

“A população reconhece e aprecia muito os esforços que o Santo Padre, os bispos e toda a Igreja local está fazendo pela paz no Sudão do Sul”, disse a religiosa. “Ficamos impressionados pela insistência do Papa Francisco em recordar aos políticos suas responsabilidades para com o povo que está sofrendo muito, que sofreu muitos lutos, além dos que tiveram que abandonar o próprio país. Por isso ajoelhou-se, fez isso em nome do povo sul-sudanês. Trata-se de um gesto muito apreciado, que comoveu as pessoas aqui no Sudão do Sul” conclui a missionária.

A emoção da vice-Presidente

Ontem, durante o encontro com o Papa Francisco, a vice-presidente sul-sudanesa Rebecca Nyandeng Garang disse que o gesto do Papa Francisco deixou-a profundamente emocionada: “Nunca tinha visto nada parecido – confessou – As lágrimas corriam dos meus olhos”.

(Com Noticias do Vaticano)