Primeiro tema de estudo foi lançado na reunião do Conselho Pastoral de Ilha

A Ouvidoria da Horta, seguindo as orientações diocesanas, deu os primeiros passos na implementação da Escola de Formação Cristã, na ilha do Faial. Com uma programação conjunta, foram apresentados aos conselheiros os principais momentos formativos do próximo ano, com especial destaque para as assembleias de cristãos que serão feitas à cerca dos temas de estudo propostos pela Diocese.

O Conselho Pastoral da Ilha do Faial reuniu no passado dia 1 de outubro, altura em que o Pe. Marco Luciano Carvalho apresentou as linhas gerais desta Escola, sublinhando que ela se destina a “aprofundar as razões da fé e formar cristãos para a missão que têm no mundo”. O sacerdote salientou ainda que se destina a todo o Povo de Deus, através da promoção de cursos, reuniões e encontros.

De acordo com o Pe. Marco Luciano, depois dos temas serem lançados em reunião de Conselho Pastoral de Ilha, serão aprofundados no interior das paróquias, nomeadamente nos grupos existentes, e posteriormente serão realizados encontros onde haverá partilha da reflexão já feita. Estes encontros têm a particularidade de irem ocorrer em dois pólos da ilha, à partida um na cidade da Horta e outro na paróquia dos Cedros, por se considerar que assim se consegue atingir um maior número de fiéis, numa clara atitude de proximidade e inclusão.

Na reunião realizada no Centro Pastoral de Ilha foi apresentada a calendarização destes encontros sendo que o primeiro decorre, nos dois pólos, a 27 de novembro, seguindo-se os outros dois a 26 de fevereiro e a 28 de maio.

“Pretendemos que haja, com a programação feita, um aprofundamento dos temas nos movimentos das paróquias, que não se deve ficar apenas pelas respostas às questões que são colocadas. Estas perguntas devem sim inquietar-nos enquanto leigos. Depois haverá sim as grandes assembleias de partilha onde todos são convidados a participar, para que consigamos efetivamente formar cristãos mais conscientes”, afirmou o sacerdote.

Além dos encontros realizados a partir dos temas de estudo, a Ouvidoria da Horta irá apostar em mais dois importantes de formação: um colóquio sobre “O Sentido Cristão da Dor” e, novamente, nas catequeses quaresmais que irão incidir sobre os sacramentos.

De referir que o programa da Escola da Ouvidoria da Horta conta ainda com outros projetos dos diferentes setores da pastoral.

“Acreditamos que esta nova implementação da formação fará com esta seja mais rica para todos os cristãos disponíveis em aprofundar a sua fé”, concluiu o Ouvidor da Horta.

(Com Leonarda Dias)