Vaticano pronunciou-se sobre ataques de Nice que vitimaram mais de 80 pessoas

O Papa Francisco já condenou o ataque de Nice que vitimou 84 pessoas qualificando a ação do camionista -um franco tunisino- , como uma manifestação “de loucura homicida, de ódio, de terrorismo e de ataque à paz”.

“Condenamos da forma mais absoluta todas as manifestações de loucura homicida, de ódio, de terrorismo, de ataque à paz”, acrescentou a emissora.

A rádio da Santa Sé acrescenta que o Vaticano seguiu “com enorme preocupação as terríveis notícias que chegaram de Nice” durante a noite e madrugada.

Na comunicação que fez, o Papa expressou a sua “solidariedade com o sofrimento das vítimas e de todo o povo francês”.

O atentado em Nice, sul de França, na quinta-feira à noite, fez pelo menos 84 mortos e 18 feridos continuam em estado considerado crítico, segundo o balanço mais recente do Governo francês.

Um homem lançou um camião sobre uma multidão na avenida marginal da cidade de Nice, a Promenade des Anglais, que na quinta-feira assistia a um fogo-de-artifício para celebrar o dia nacional de França.

As autoridades francesas consideram estar perante um atentado terrorista e o Presidente da França, François Hollande, anunciou o prolongamento por mais três meses do estado de emergência que vigora no país desde o ano passado.

A autoria do ataque ainda não foi reivindicada.