“É preciso valorizar os idosos e as partilhas inter-geracionais” diz responsável padre Bruno Espínola

O serviço da Pastoral Juvenil da ouvidoria de Ponta Delgada convida os jovens a associarem-se ao I Dia Mundial dos Avós e dos Idosos, que se celebra este domingo, numa iniciativa integrada na caminhada preparatória da Jornada Mundial da Juventude de Lisboa.

“Durante a pandemia os idosos ficaram como que esquecidos e isolados. Por exemplo, do ponto de vista pastoral deixámos de os visitar. Por isso, associamos aquilo que é a nossa reflexão da pastoral juvenil na ouvidoria, e que regularmente fazemos a cada dia 23, e desafiámos um grupo a preparar essa reflexão para dizer aos mais velhos que não estão esquecidos e que estão sempre presentes na nossa oração”, explica o padre Bruno Espínola.

Assim, o grupo de jovens da paróquia de São Roque, uma das 18 paróquias da ouvidoria, irá apresentar um vídeo que será disponibilizado on-line, em @PJVOPDL, esta sexta-feira, dia 23, onde reflete sobre esta problemática.

O “encontro” on-line será para transmitir “uma mensagem aos avós e aos mais idosos para lhes dizer que não estão sós” esclarece ainda o padre Bruno Espínola. O convite foi estendido também a todas as paróquias para que possam fazer deste dia um momento de reflexão espiritual e partilha entre jovens e menos jovens.

O padre Bruno Espínola, que é o responsável pelo sector juvenil da maior ouvidoria da diocese de Angra, disse ao Igreja Açores que a intenção é “valorizar os mais idosos”, como no repto feito pelo Papa Francisco na sua mensagem para o I Dia Mundial dos Avós e Idosos, que se assinala a 25 de julho, um dia antes da festa litúrgica de São Joaquim e Santa Ana, avós terrenos de Jesus.

A Igreja JMJ da ouvidoria é o Santuário do Senhor Santo Cristo dos Milagres que, recebeu o único momento presencial de preparação da caminhada para JMJ de Lisboa até agora possível e que decorreu no passado dia 23 de junho.

A organização da JMJ 2023 Lisboa e as dioceses portuguesas convidaram os jovens a participar “num grande movimento nacional” de missão pelos avós e idosos.

A 23 de agosto as celebrações estarão a cargo da pastoral juvenil da Fajã de Baixo.