“Eterno Agora, Conversas com o Deus de sempre” é apresentado hoje por Laurinda Alves

O livro “Eterno Agora, conversas com o Deus de sempre”, da autoria do pe açoriano António Rego é lançado hoje em Lisboa, com apresentação da jornalista Laurinda Alves.

Trata-se de um livro de “orações” que são verdadeiros “poemas” que interpelam o leitor “de uma forma única.

“A sugestão destes textos provém do ritmo litúrgico, no ciclo anual que nos retoma, sempre mais à frente, sempre mais a fundo”, aponta o patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, no prefácio  do volume editado pela Oficina do Livro.

“Não é repetição, mas insistência daquele Deus que “está à porta e bate”, sem se cansar de bater, até que lha abramos, franca e escancarada. Mas isso mesmo acontece ao correr da vida, como reencontro de amigos, que se retoma e adensa”, prossegue o patriarca de Lisboa.

“Pode o leitor reparar nestes textos que o Natal ou a Páscoa são sempre iguais no que dizem, da parte de Deus, e sempre novos no que nos dizem, no agora em que irrepetivelmente estamos”, refere  ainda D. Manuel Clemente.

Nascido nos Açores em 1941, o cónego António Rego, que em julho deste ano assinalou 50 anos de sacerdócio, tem dedicado a vida aos media,  quer na imprensa escrita, rádio e televisão, quer na crítica cinematográfica.

Realizou mais de dois mil programas de televisão na RTP e TVI, estação onde continua a coordenar as transmissões religiosas, bem como o programa dominical “Oitavo Dia”.