Pe. Manuel Galvão, que presidiu à celebração, desafiou utentes a fazerem da Quaresma um tempo favorável à conversão pessoal

A Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande, na ilha de São Miguel, acaba de celebrar 456 anos, uma data que coincide com a abertura de um centro de dia por parte da instituição.

Na ocasião, o capelão, Pe. Manuel Galvão, que presidiu à Eucaristia votiva socorrendo-se das catequeses do Papa Francisco sobre a forma como se reza o Pai Nosso, pediu aos utentes da Santa Casa que mantenham este sentido comunitário e que aproveitem o tempo quaresmal para um verdadeiro percurso de conversão pessoal.

As celebrações, segundo o jornal Correio dos Açores, decorreram num ambiente de grande participação com os utentes séniores a exibirem os trabalhos feitos nos momentos de lazer. Houve ainda tempo para um convívio de carnaval.

A Santa casa da Misericórdia da Ribeira Grande foi fundada a 28 de fevereiro de 1593 e, atualmente, possui um serviço de apoio domiciliário de doentes, um Centro de Dia, um Centro de Actividades Ocupacionais para pessoas com deficiência, uma valência de animação de Rua, ATL, Creche, uma loja social e uma cantina social, dando apoio a dezenas de pessoas do Concelho norte da ilha de São Miguel.