Pela Irmã Domingas Lisboa*

Querido amigo Jesus,

Em nome do Colégio de S. Francisco Xavier, gostaria que ouvisses os meus apelos. Somos uma instituição católica, sediada em Ponta Delgada, onde estudam crianças dos 4 meses até aos 12 anos de idade.

Como estamos no Advento, tudo se prepara para o teu nascimento, as ruas enfeitadas, as lojas com lindas montras, as árvores de Natal iluminadas, tudo brilha, tudo é luz. Espero que a sociedade não se deixe envolver, apenas, neste espírito consumista e Te deixe desalojado, como diz no evangelho “Não havia lugar para Ele na hospedaria”, não permitas que fiquemos na escuridão do supérfluo, faz com que, tal como os Magos, sejamos guiados de coração aberto a acolher-Te na pessoa do irmão que está ao nosso lado. Por aqui, não imaginas como é bom ver as crianças ansiosas pelas férias de Natal, cheias de alegria a fazerem as suas listas de presentes, os pais e as famílias numa alegre azáfama de preparativos para a grande noite, a noite de Natal, em que a família estará reunida e juntos irão à Missa do Galo, celebrar o aniversário do teu nascimento. Curiosamente, ao contrário de nós, não recebes presentes, somos nós que os recebemos, como és generoso, meu querido Menino. É por conhecer a tua enorme generosidade que Te peço que derrames as tuas bênçãos e graças sobre a comunidade educativa deste Colégio e que não Te esqueças daqueles que precisam de consolo. Gostava que, neste Natal, iluminasses todos os lares do mundo, para que crianças e famílias pudessem sentir a alegria do amor, da paz, da harmonia, da solidariedade, da fraternidade e do perdão. Que olhasses de uma forma especial pelos que sofrem de solidão, nos lares, nos hospitais, nos orfanatos e na guerra, para que os iluminasses com a luz da esperança. Por aqueles que em busca de um futuro digno se deslocam para terras desconhecidas, enfrentando o medo e a morte, lhe tragas a luz de uma vida melhor. Que libertes o mundo da prepotência, do poder, do egoísmo dos governantes, trazendo-lhes a luz da misericórdia, da caridade e da justiça, para que governem com responsabilidade e sabedoria. Eu sei, Menino Jesus, que podes tudo, mas que nem sempre o coração do Homem está disponível para te receber, por isso, peço que ilumines a mente do Homem para que encontre espaço no seu coração para o amor. Um amor fraterno, solidário, generoso, que nos permita viver num mundo melhor, em que todos os dias sejam Natal. Não tenho palavras para expressar o meu amor por Ti, mas quero que saibas que podes contar sempre comigo como eu conto Contigo. Para terminar desejo-Te um feliz aniversário.

*Diretora do Colégio S. Francisco Xavier