Pelo Pe José Júlio Rocha.

Senhor, sois o meu Deus: desde a aurora Vos procuro.
A minha alma tem sede de Vós.
Por Vós suspiro,
como terra árida, sequiosa, sem água. (Salmo 63)
Todos nós já passámos por momentos tristes, de solidão e sofrimento, em que sentimos que só Um poderia trazer paz aos nossos corações.
Ser cristão é ter sede de Deus. É também ter sede de justiça, de verdade e de paz.
A sede, de facto, caracteriza o cristão: uma pessoa sempre inquieta, mas com a certeza de que a Paz de Deus o abençoa.