Pelas irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição

Queridos jovens da Ilha Terceira

Paz e Bem!

Convosco e por vós nos dirigimos aos jovens do mundo inteiro ao jeito do patrono da nossa casa, S. Francisco de Assis,

Vós sois para nós, Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição uma presença de esperança, de confiança e também, porque não, de responsabilidade pelo futuro que sois.

Uma certeza podeis ter: estais muito presentes na nossa vida, na nossa oração de louvor, entrega e petição.

Foi com sabor humano e espiritual que recebemos a Cruz, símbolo da vossa caminhada rumo às JMJ 2023 de Lisboa. O melhor da festa está na sua preparação.

A cruz esteve connosco de 9 de julho a 9 de agosto, em destaque, no centro do nosso Convento, a Capela. Tempo de graça!

Ter connosco a cruz das jmj, erguida sobre o mapa da nossa Ilha Terceira, foi uma grande graça, apelo e responsabilidade.

Graça – proporcionou-nos lindos momentos de oração, inspirou e alimentou a nossa oração pessoal e comunitária;

Apelo – “Jovem, eu te digo, levanta-te”. Sentimos que este apelo é também para cada uma de nós, pois ajudou-nos a perceber que o Senhor quer que nós (esta comunidade) nos mantenhamos de pé, numa atitude de escuta e acolhimento ao seu querer pela oração: O Senhor pede-nos que rezemos mais e mais por todos os jovens, especialmente pelos da nossa Ilha para que estejais abertos aos planos que Deus tem para cada um de vós e para que estejais a altura dos desafios e implicações inerentes.

Responsabilidade – tomamos maior consciência de que temos o dever e a obrigação, não apenas de rezar por vós, mas de vos testemunhar a alegria de amar e servir a Deus.

Este ano nós, a Confhic, estamos a viver uma cadeia de oração e ação de graças pelos 150 anos de existência; convidamos-vos a unir-vos a nós no louvor e gratidão a Deus pelo dom da nossa Família Religiosa e sua missão no mundo, especialmente nos Açores. Rezem por nós.

Queridos jovens, junto da Cruz das JMJ fostes motivo de orarmos por vós, renovarmos o nosso Sim a Jesus, não morto e preso numa cruz, mas vivo em cada uma de nós, em cada um de vós. Bem hajam pela vossa presença entre nós!

Não temais! O Senhor está connosco! Olhemos para Maria e acolhamos o que nos segreda: “fazei tudo o que Ele vos disser”.

Um terno abraço das Irmãs da Casa de S. Francisco

Pico da Urze

Angra do Heroísmo