Sacerdote da São Pedro recebeu Diploma de Reconhecimento Municipal

O Cónego João Maria Brum acaba de ser distinguido com o Diploma de Reconhecimento Municipal pela Câmara de Ponta Delgada, numa cerimónia que assinalou os 469 anos de elevação a cidade, no passado dia 2 de abril.

Além do sacerdote foram distinguidas mais 32 personalidades ligadas à cultura e à ciência, uma instituição e o funcionário mais antigo da autarquia e atribuído o “Diploma de Reconhecimento Municipal” aos dois presidentes da Comissão Municipal de Toponímia.

O galardão agora entregue ao sacerdote católico visa reconhecer a sua atividade como professor de Educação Moral e Religiosa Católica, primeiro na Escola Secundária Domingos Rebelo e depois na Escola Secundária das Laranjeiras “onde teve um percurso e desempenho imaculados” bem como a sua atividade como sacerdote seja nas paróquias onde esteve a servir seja como capelão do Estabelecimento Prisional de Ponta Delgada.

Natural de Rabo de Peixe, concelho da Ribeira Grande, na ilha de São Miguel, o Cónego João Maria Brum está há 20 anos na paróquia de São Pedro, no coração de Ponta Delgada, depois de ter servido a Fajã de Baixo durante 17 anos.

Foi Coordenador Pastoral de São Miguel durante três anos e ouvidor eclesiástico de Ponta Delgada durante seis anos, na década de 90, nomeado pelo Bispo de Angra, D. António de Sousa Braga.

Sacerdote há 40 anos, serviu como presbítero no primeiro ano depois da sua ordenação na Igreja Matriz de São Sebastião, em Ponta Delgada e um ano em Santo Amaro, em São Jorge.

Foi feito Cónego Capitular da Sé no passado dia 11 de fevereiro e é um dos dois cónegos capitulares da Catedral que reside fora da ilha Terceira. É, igualmente o representante do Cabido da Sé no Colégio de Consultores.

“Fiquei surpreendido com esta distinção que agradeço, sobretudo por reconhecerem o trabalho que desenvolvi junto dos mais jovens nas escolas onde ensinei a disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica”, disse ao Sítio Igreja Açores o Cónego João Maria Brum.

A cerimónia teve início com o lançamento do livro “Ruas com Rosto – Dicionário Biográfico da Toponímia de Ponta Delgada (Volume I – Freguesias Citadinas)”, da autoria de José Andrade.