“Não há estragos significativos” adianta reitor, Cónego João Maria Mendes

A Igreja do Colégio dos Jesuítas, em Angra do Heroísmo, que se encontra encerrada ao culto desde o dia 29 de julho de 2016, altura em que entrou em obras,  foi palco de um pequeno incêndio provocado alegadamente por um curto-circuito.

“O incidente aconteceu quando os trabalhadores estavam na obra e os bombeiros foram prontamente chamados e apagaram de imediato o fogo não se registando estragos” referiu ao Sítio Igreja Açores o Cónego João Maria Mendes, reitor da igreja.

Terão ardido “duas ou três tábuas” da cofragem, feita há cerca de trinta anos, e nada do que já foi feito  nesta intervenção em curso ficou comprometido ou danificado.

“Foi coisa de pouca monta porque os bombeiros atuaram logo”, precisou ainda o sacerdote.

Hoje mesmo estava no  terreno a equipa responsável pelo projeto de remodelação da estrutura elétrica do edifício.

“A questão da eletricidade já estava prevista agora é mesmo uma prioridade” referiu, por seu lado, o Diretor Regional da Cultura, Arq. Nuno Ribeiro Lopes

As obras de reabilitação da cobertura e de conservação dos elementos decorativos em talha na Igreja do Colégio dos Jesuítas iniciaram-se formalmente em julho do ano passado. Os trabalhos, no valor de 416 mil euros, têm um prazo de execução de 547 dias.

A primeira fase, teve uma duração aproximada de quatro meses, e foram  executados os trabalhos de reforço da estrutura da cobertura do altar-mor e, na fase seguinte, com uma duração de cerca de 14 meses ( a que está a decorrer),  estão a ser desenvolvidos os trabalhos relativos à conservação das talhas do altar-mor e nas capelas laterais da igreja.

Ainda está previsto o restauro interior das talhas e outras obras de arte dentro da igreja.

Esta igreja, que obedece à traça e à planta de outras igrejas jesuítas, tem um valor inegável dado o seu elevado valor patrimonial e histórico, intgerando a Ordem Terceira do Carmo e a Irmandade do Senhor dos Passos.

A obra é financiada na íntegra pelo Orçamento Regional dos Açores.