Comitiva açoriana integra o Vigário geral, o Vigário Episcopal para a vigararia Nascente e, pelo menos, mais quatro sacerdotes. Ordenação em direto aqui

A ordenação episcopal de D. José Avelino Bettencourt, agendada para esta segunda feira, dia 19 de março, vai contar com a presença de uma comitiva açoriana que se deslocará a Roma para participar nesta celebração, sendo que a diocese será representada oficialmente pelo Vigário Geral, Cónego Hélder Fonseca Mendes. Presentes estarão igualmente o Vigário Episcopal para a vigararia nascente, Cónego Adriano Borges; o ouvidor das Capelas, Pe. Hélio Soares; o ouvidor da Graciosa, Pe. Sérgio Mendonça e os párocos dos Ginetes(São Miguel) e Topo (São Jorge), os padres Bruno Espínola e Dinis Silveira, respetivamente, este último amigo pessoal de longa data. Depois da ordenação o novo prelado desloca-se aos Açores onde visitará três ilhas: são Miguel, Terceira e São Jorge, onde tem a casa de família, na qual passa férias, pelo menos de dois em dois anos. A passagem pela Região, onde é cónego honorário da Sé de Angra, acontece precisamente antes de tomar posse do seu novo posto diplomático.

O Bispo de Angra diz que se trata de um dia especial para a diocese de Angra dada a relação “muito profunda e o carinho que D. José Bettencourt tem revelado pelos Açores”

“Aqui nasceu; como padre foi tornado cónego, é por isso uma relação muito forte” e “estamos todos muito contentes com esta ordenação” referiu D. João Lavrador em declarações ao Igreja Açores.

“Estou certo de que esta ordenação se deve à sua generosidade, a capacidade intelectual, à sua fé,  amor, carinho e dedicação à Igreja” referiu ainda o prelado diocesano.

“É para nós uma honra que um homem como ele faça parte da nossa história e das nossas vidas”, concluiu.

O Papa Francisco nomeou-o como núncio apostólico (representante diplomático da Santa Sé) na Arménia.

A ordenação episcopal vai acontecer na Basílica de São Pedro, a 19 de março, pelas 17h00 locais (menos duas que em Angra), na solenidade de São José, com presidência do Papa Francisco, no dia em que assinalam 5 anos do início oficial do seu pontificado.

O Papa atribuiu ao arcebispo, simbolicamente, a titularidade da antiga diocese de Cittanova, no território da Croácia.

D. José Avelino Bettencourt, de 55 anos, foi até agora chefe de protocolo da Secretaria de Estado do Vaticano desde 2012.

Diplomata de carreira da Santa Sé, é natural dos Açores, tendo acompanhado a sua família que emigrou para o Canadá, onde foi ordenado padre em 1993, fazendo parte do presbitério de Otava.

O sacerdote frequentou a Academia Eclesiástica em Roma, tendo-se formado em Direito Canónico, e entrou no serviço diplomático da Santa Sé em 1999.

Depois de ter trabalhado na representação diplomática da Santa Sé na República Democrática do Congo, D. José Bettencourt passou à secção para as relações com os Estados, do Vaticano.

Em 2013, D. José Bettencourt foi condecorado pelo presidente Aníbal Cavaco Silva com a Comenda da Ordem Militar de Cristo; é cónego honorário da Sé de Angra (Açores) desde março de 2015.