O Pe Bruno Espínola regressa a casa para fazer pregação

A pequena comunidade de Nossa Senhora da Esperança, na Ribeirinha, na ilha Graciosa, encontra-se em festa entre 27 de julho e 1 de agosto.

O pregador convidado é o Pe Bruno Espínola, natural da Graciosa, informa uma nota enviada ao sítio Igreja Açores. O curato da Ribeirinha está integrado na Paróquia da Guadalupe e anualmente atrai muitos graciosenses a este lugar.

Durante os seis dias da festa, marcada essencialmente pelas celebrações religiosas, existirá um programa sociocultural associado, com a participação das Bandas Filarmónicas. Ao todo serão quatro as bandas que irão atuar a incorporar-se nas diferentes celebrações religiosas.

O ponto alto da Festa é a Eucaristia solene, em honra de Nossa Senhora da Esperança, durante a qual cerca de 12 crianças celebrarão a sua primeira comunhão. Segue-se a procissão que será acompanhada por quatro filarmónicas: Filarmónica União Progresso da Guadalupe, Filarmónica União Popular Luzense, Filarmónica Recreio dos Artistas e Filarmónica União Praiense.

Este ano as Festas contam com um grande número de emigrantes dos Estados Unidos da América e do Canadá.

A Igreja de Nossa Senhora da Esperança (Nova) existe desde 1898, e deu continuidade à celebração da festa da padroeira, venerada um século antes. Atualmente a festa em Honra de Nossa Senhora da Esperança celebra-se todos os anos no último fim de semana de julho.