Grupo da diocese de Angra volta a ser numeroso com mais de centena e meia de participantes

As Jornadas nacionais de catequistas realizam-se em Fátima (Centro Pastoral Paulo VI ), de 26 a 28 de outubro, e têm como tema “Ser Catequista Hoje: As Dimensões da Formação”.

A ação de formação, destinada a catequistas de todo o país, na qual participarão mais de 150 catequistas açorianos , de seis das nove ilhas do arquipélago- São Miguel, Terceira, Faial, Pico, São Jorge e Graciosa-,  acontece no encerramento da Semana Nacional da Educação Cristã e tem como ponto de partida a carta pastoral publicada pela Conferência Episcopal Portuguesa em maio passado, refere uma nota citada pela Agência Ecclesia.

Entre os participantes da diocese de Angra encontram-se sete responsáveis da equipa diocesana e também ao nível de ilha como os padres Ângelo Valadão, Hélio Soares, Davide Barcelos, Bruno Rodrigues, Dinis Silveira e Hélder Fonseca Mendes para além do responsável diocesano Pe. Jacob Vasconcelos.

“Sinto uma enorme satisfação pela elevada participação da diocese de Angra nestas jornadas nacionais” referiu o diretor diocesano ao Igreja Açores destacando que “mais uma vez provamos que a insularidade não é um empecilho, antes gera um entusiasmo redobrado pois a preparação e o esforço já nos predispõem para acolher  o que nos será transmitido”.

“Vejo uma grande expetativa em quem vai e que espera formar-se melhor, mas também em quem fica e que aguarda a ressonância de quem participou”, esclarece ainda o Pe. Jacob Vasconcelos.

O sacerdote, que é o mais novo diretor diocesano do Serviço de catequese lembra, por outro lado, que a própria temática deste ano pastoral no arquipélago apela à formação como linha condutora da atuação da igreja e isso faz com que momentos como estas jornadas contribuam para essa formação num setor essencial para formar cristãos.

“Tendo em conta que participam catequistas de seis das nove ilhas dos Açores só me resta desejar que aqueles que estarão em Fátima sejam transmissores e animadores dos seus companheiros de missão”, referiu ainda ao Igreja Açores. Além disso, acrescenta, a “alegria” pelo facto de que o grupo seja acompanhado por um elevado número de sacerdotes: ” a presença dos pastores é um grande estímulo para os fiéis”.

As Jornadas têm início pelas 21h00 de sexta-feira com a apresentação do «Plano de Formação de Catequistas 2018» por D. António Moiteiro, Bispo de Aveiro e Presidente da Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé (CEECDF).

No dia 27 de outubro, sábado, a manhã inicia-se com a conferência “As dimensões querigmática e mistagógica da catequese”, pelo padre Joaquim Nunes Ganhão, diretor do Secretariado da Liturgia da diocese de Santarém e durante a tarde Maria Luísa Boléo, da Catequese do Patriarcado de Lisboa, abordará o tema “Primeiro Anúncio e Discipulado – Objetivos, Conteúdos e Pedagogia”, seguindo-se uma exemplificação prática do Tema 1 do Curso “Ser Catequista Hoje”.

O dia termina com a conferência “A Palavra de Deus lida, refletida e rezada”, proferida pelo padre Armindo Vaz, da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa.

No domingo, dia 28, o diácono Paulo Campino, diretor do Secretariado Diocesano da Catequese de Santarém, analisa o tema “Catequista: discípulo e acompanhante” e as conclusões do encontro vão ser apresentadas pelas 11h15 estando a cargo do padre Tiago Neto, Irmã Margarida Abreu e padre José António Gonçalves.