Novo espaço foi inaugurado esta sexta feira depois da reabilitação da velha casa do jornal A União

Tornar a livraria da diocese na cidade de Angra num espaço “de cultura aberto à tertúlia e ao debate” é o grande objetivo diocesano para o novo espaço comercial que esta sexta feira foi inaugurado na Rua da Palha, nas antigas instalações do jornal A União.

O espaço foi alvo de uma intervenção arquitectónica que resultou nesta casa do livro, “com soluções mais abertas e modernas” capazes de motivar várias gerações a entrar e a desfrutar do prazer de “falar” com os livros.

“O espaço simples e moderno é mais convidativo, sobretudo para atrair gente mais nova” disse ao Igreja Açores Dora Garcia Pereira a responsável pelo novo espaço diocesano.

Esta sexta feira realizou-se a inauguração da nova livraria que contou com a presença  dos alunos e do corpo docente do Seminário Episcopal de Angra, bem como de inúmeros sacerdotes a residir na ilha Terceira e leigos.

“Queremos atrair mais pessoas para o nosso universo e por isso temos de ter um espaço mais aberto à tertúlia e ao diálogo”, disse Dora Garcia Pereira.

Para o bispo de Angra, que benzeu as instalações, trata-se de um espaço “magnifico” que todos nós agradecemos e do qual nos devemos orgulhar não só pelo trabalho no plano arquitectónico como no que respeita à organização do espaço.

“Este novo espaço deixa-nos agora o desafio de sermos capazes de inculcar nas pessoas a importância do livro e do prazer que dá. O lazer deve ser produtivo e ler é sempre mais produtivo” disse ainda D. João Lavrador.

O espaço da livraria, a funcionar na rua da Palha, em Angra do Heroísmo vende para além de livros e revistas da área teológica artigos religiosos e está aberta entre as 9h00 e as 19h00, com interrupção para almoço.

Esta livraria vem substituir o velho espaço junto ao edificio das Obras Católicas por detrás da Sé de Angra.

(Com  André Furtado)