O Vaticano anunciou hoje que o Papa vai presidir à oração do ângelus do próximo domingo desde o 10.º andar do Hospital Gemelli, onde se encontra internado após uma operação ao cólon.

Em nota enviada aos jornalistas, o diretor da sala de imprensa da Santa Sé referiu que Francisco passou “um dia tranquilo, com evolução clínica normal”, alimentando-se “regulamente” e continuando com os tratamentos “programados”.

Esta quinta-feira, indicou Matteo Bruni, o Papa passeou pelos corredores e retomou o seu trabalho, “alternando-os com momentos de leitura de textos”.

“Pela tarde, celebrou a Santa Missa na capela do seu apartamento privado, tendo participado os que o assistem nestes dias de hospitalização”, acrescenta a nota oficial.

Após o episódio de febre noticiado esta quinta-feira, o Papa encontra-se “apirético”.

“O Santo Padre agradece pelas numerosas mensagens de afeto e proximidade que recebe em cada dia e pede que continuem a rezar por ele”, conclui o comunicado.

O hospital pediátrico “Menino Jesus”, da Santa Sé, divulgou uma dessas mensagens, da pequena Giulia: “Sente a minha oração como eu senti a tua quando estava mal”.

Francisco foi submetido no último domingo a uma operação programada ao cólon e tem vindo a recuperar favoravelmente no hospital universitário Agostino Gemelli, de Roma.