Orador foi o próprio reitor, Cónego Adriano Borges

O Santuário diocesano do Senhor Santo Cristo dos Milagres assinalou esta quinta feira o arranque dos trabalhos do sínodo dos bispos sobre a juventude com uma palestra sobre a missão dos jovens na igreja proferida pelo reitor, Cónego Adriano Borges.

“Quando olhamos para a quantidade de problemas que está a inundar a nossa igreja, a desunião existente na Igreja, em parte motivada pela hierarquia católica, com acusações graves contra o Papa Francisco, julgo que há muita gente que olha para nós e se sente perdida e por isso o objetivo foi percorrer todos os tempos da igreja, sobretudo os momentos mais difíceis, os grandes buracos negros, as grandes falhas da igreja, em que a desesperança era grande  mas ainda assim conseguimos permanecer” afirmou o sacerdote.

À margem da conferência o reitor do Santuário do Senhor Santo Cristo sublinhou que o “povo de Deus deve olhar para isso e concluir que apesar das dificuldades nada está perdido. Existem coisas que não estando bem não nos devem fazer desistir da nossa fé”, disse ainda lembrando que a história da igreja está cheia de problemas mas ainda assim  a instituição “subsiste há dois mil anos”.

A conferência do Cónego Adriano Borges abordou as questões da juventude e refletiu sobre o papel dos jovens na igreja e no mundo e no final houve momentos de partilha com os jovens presentes a interpelar o palestrante que falou ainda da família e os temas fraturantes que com ela se prendem como os divorciados, os recasados, entre outros. Participaram mais de sete dezenas de fieis, na sua maioria jovens.