Porta-voz fala em «resultado importante» e deseja que se estenda a outras áreas

A Santa Sé saudou hoje o acordo sobre o programa nuclear de Teerão, que considerou “positivo”, deixando votos de que se estenda a outras áreas.

O Irão e o chamado ‘Grupo 5+1’ – os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (EUA, Rússia, China, França e Reino Unido) mais a Alemanha – alcançaram esta terça-feira, em Viena, um acordo sobre o programa nuclear de Teerão.

Segundo o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, trata-se de um “resultado importante das negociações levadas a cabo até ao momento”, mas recorda que o mesmo “requer a continuação do esforço e do compromisso de todos para que dê frutos”.

“Espera-se que esses frutos não se limitem apenas ao âmbito do programa nuclear, mas que se estendam a outros setores”, acrescenta a declaração oficial.

O documento, com mais de 80 páginas, foi assinado após 21 meses de negociações; para que possa entrar em vigor, o Conselho de Segurança da ONU tem de aprovar uma resolução a validar este acordo.

CR/Ecclesia