Iniciativa tem cerca de 200 inscritos e insere-se na preparação do Sínodo

O bispo de Angra desafiou esta quinta-feira, na abertura do I Congresso Diocesano da Juventude,  os jovens açorianos a construir uma igreja diocesana “mais ativa”, com “mais alegria, mais jovem e missionária”,  a partir das diferentes realidades de ilha.

“As tuas capacidades pessoais são muito importantes para revitalizar as comunidades cristãs e para levar Jesus Cristo ao mundo de hoje” refere o bispo de Angra.

O Serviço Diocesano da Pastoral Juvenil de Angra promove um Congresso de Juventude, entre hoje e o dia 1 de julho, em São Miguel, que desafia a construir uma única igreja a partir das realidades de cada ilha.

“Pretende-se que tenha, de facto, uma expressão verdadeiramente diocesana. Na matemática da nossa Igreja Diocesana, 9=1, isto é, nove ilhas mas uma única e mesma Igreja!”, disse o diretor do Serviço Diocesano da Pastoral Juvenil de Angra.

O  padre Norberto Brum afirma que “os jovens não são um problema: são um desafio”.

A organização regista cerca de 200 inscrições de jovens de seis ilhas do Arquipélago dos Açores: Santa Maria, da Terceira, do Pico, da Graciosa, das Flores e de São Miguel.

“Este congresso pretende ser um encontro feliz de jovens de toda a Diocese onde poderemos partilhar ideias, alegria, sonhos e projetos”, acrescenta o sacerdote.

‘Por uma Igreja +’ é o tema do primeiro Congresso Diocesano de Juventude de Angra que tem lugar entre 28 e junho e 1 de julho, em São Miguel, na maior ilha do arquipélago.

Segundo o diretor do Serviço Diocesano da Pastoral Juvenil o ‘+’ “é tudo quanto cada jovem pode ser e fazer nesta Igreja”, é o que cada “um pode e deve somar a esta Igreja”.

O encontro realiza-se no contexto do próximo Sínodo dos Bispos que vai ser dedicado sobre à juventude – ‘Os Jovens, a fé e o discernimento Vocacional’ -, entre 4 e 28 de outubro, em Roma.

O Papa Francisco explicou que “queria que os jovens estivessem no centro da atenção”, porque os traz “a todos no coração”, sobre a realização da assembleia sinodal, e o padre Norberto Brum disse que essa é também a “real razão e motivação” para o Congresso Diocesano de Juventude.

“É desta forma que encaramos os nossos jovens: como um desafio permanente que só poderá ser vivido e superado com os próprios jovens e, como Pastoral Juvenil, a grande meta a alcançar é deixar de olhar o jovem e de fazer dele um destinatário/recetor da ação pastoral e torná-lo no sujeito da própria ação”, desenvolveu o sacerdote.

O diretor do Serviço Diocesano da Pastoral Juvenil de Angra vai ser um “tempo e ocasião de dar voz” aos jovens dos Açores, de escutar os seus anseios, “as suas inquietações, aspirações e, “sobretudo, escutar o que têm a dizer à Igreja”.

“Como querem ser Igreja e como desejam que a Igreja caminhe com eles. Este caminho só poderá ser percorrido lado a lado, em comum e num compromisso e envolvimento de ambas as partes”, realçou.

O itinerário e vivência do congresso centra-se nos verbos “escutar, pensar e compromete” com três tempos distintos, mas que são complementares: 1.º tempo para escutar os jovens; 2.º de partilha – “Pensar com os Jovens” – e um 3.º que é o do compromisso – “Vem e segue-me”.

Para além de jovens dos 16 aos 30 anos, o encontro diocesano destina-se às diversas Equipas Coordenadores da Pastoral Juvenil e responsáveis de grupos e movimentos juvenis.

O bispo de Angra, D. João Lavrador, vai presidir ao congresso que conta também com a participação do diretor Nacional da Pastoral Juvenil, Pe. Filipe Diniz.

Do programa destacam-se wokshops, em Vila Franca do Campo, uma “Feira dos Carismas”, uma noite vocacional, nas Furnas, a participação na celebração da ordenação presbiteral do diácono Nuno Fidalgo, na Povoação, um concerto de oração, com Claudine Pinheiro, dia 30 de junho, no claustro do Convento da Esperança, em Ponta Delgada.

 

Programa Congresso Diocesano de Juventude «Por uma Igreja +»

Quinta-feira, dia 28 de Junho| Auditório Camões

20h30 – Abertura da “Feira dos Carismas”

21h00 – Sessão inaugural do Congresso [aberta a toda a comunidade]

Sexta-feira, dia 29 de junho | Auditório Camões

09h00 – Início das diversas sessões de trabalho

Apresentação dos resultados do Questionário respondido pelos jovens

20h30 – Noite Vocacional| Furnas

Sábado, dia 30 de junho| Povoação

11h00 – Participação na Ordenação Sacerdotal do Nuno Fidalgo

15h00 – Workshops| Vila Franca do Campo

21h00 – Concerto de Oração com Claudine Pinheiro| Claustro do Convento da Esperança

Domingo, 1 de julho| Auditório Camões

09h00 – Trabalhos conclusivos

13h00 – Eucaristia de Encerramento| Santuário do Senhor Santo Cristo