Passagem pela Porta Santa da Basílica de São Pedro implica inscrição prévia

O Vaticano decidiu criar um corredor especial para os peregrinos que queiram atravessar a Porta Santa da basílica de São Pedro durante o Jubileu da Misericórdia, convocado pelo Papa Francisco.

A comissão organizadora do Ano Santo extraordinário anunciou que o percurso começa no castelo Sant’Angelo, percorrendo a Avenida da Conciliação, que liga Roma à Praça São Pedro.

Segundo a Santa Sé, esta é uma forma de permitir aos fiéis a experiência de uma “breve peregrinação”.

Como se prevê um grande fluxo de fiéis para a passagem pela Porta Santa, “aconselha-se veementemente” que os peregrinos anunciem a data e o horário em que desejam fazer o percurso, através do oficial do Jubileu (www.im.va), que estará ativo a partir do mês de outubro.

“Esse sistema permitirá reduzir ao mínimo o tempo de espera e contribuirá para assegurar um clima de oração e de recolhimento durante a peregrinação rumo à Porta Santa”, explicam os organizadores.

Esta inscrição é apenas requerida para atravessar a Porta Santa da Basílica de São Pedro, que vai ser aberta a 8 de dezembro.

As quatro Basílicas papais, em Roma, vão contar com a presença de voluntários para prestar assistência às pessoas com deficiência.

O Jubileu extraordinário da Misericórdia foi convocado pelo Papa Francisco a 11 de abril deste ano, com a publicação da Bula ‘Misericordiae Vultus’ (Rosto da Misericórdia); vai decorrer ente 8 de dezembro, solenidade da Imaculada Conceição, e 20 de novembro de 2016, festa de Cristo-Rei.

CR/Ecclesia