Sacerdote capuchinho vai estar nos Açores no final de fevereiro

Frei Fernando Ventura será o orador dos dois encontros bíblicos que o Secretariado Bíblico de São Miguel vai promover nos dias 24 e 26 de fevereiro, em  Vila Franca do Campo e Ponta Delgada, respetivamente, sobre “A Bíblia na vida e na Missão”.

O sacerdote capuchino vai estar na ilha de São Miguel para preparar eventos relacionados com a Associação Alma Mater Artis que dirige, e aproveita a deslocação para promover encontros sobre a Bíblia.

Frei Fernando Ventura é sacerdote franciscano capuchinho, licenciado em Teologia pela Universidade Católica Portuguesa e em Ciências Bíblicas pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma, tendo sido professor de Sagrada Escritura no Instituto Superior de Ciências Religiosas de Aveiro.

Colabora com a estação de televisão SIC, como comentador e intérprete de temas da atualidade social, religiosa e política. Tem publicado vários artigos de temática bíblica em Portugal e no estrangeiro.

É autor do primeiro estudo sobre Maria no Islamismo, bem como de um estudo exegético sobre o capítulo 21 do Apocalipse e, mais recentemente, publicou o livro “Roteiro de Leitura da Bíblia”, da Editorial Presença.

Nesse âmbito, do movimento de difusão bíblica, promoveu encontros de formação nos cinco continentes, nomeadamente, tem ministrado cursos e retiros de carácter bíblico.

Colabora como tradutor e intérprete para vários organismos internacionais, entre os quais a Ordem dos Capuchinhos, a Comissão Teológica Internacional no Vaticano, o Conselho Internacional da Ordem Franciscana Secular, a Federação Bíblica Mundial e ainda algumas ONG´s.

Pertence, como diretor, ao quadro de redatores permanentes da revista «BÍBLICA».

Os encontros bíblicos começarão às 20h00 nos salões paroquiais de São José, em Ponta Delgada e Matriz de Vila Franca do Campo, estando abertos ao público em geral.

A iniciativa promovida em parceria com o Secretariado Bíblico de São Miguel pretende ser, também, um momento de angariação de leite em pó para o Banco de Leite de São Tomé e Príncipe. Por isso, a organização apela a todos os que puderem contribuir para o fazerem.