Este domingo, dia 23 de janeiro, celebra-se de forma especial a Palavra de Deus e nos Açores, cada paróquia irá assinala este dia com diferentes iniciativas.

Sendo dia 23, dia privilegiado da celebração da juventude em todas as igrejas JMJ da diocese, o Secretariado Bíblico de São Miguel e a ouvidoria da Ribeira Grande tinham planeado uma iniciativa para a celebração da Palavra, que acaba de ser cancelada, devido à evolução da situação pandémica na ilha, referiu ao Igreja Açores o responsável da ouvidoria e do Secretariado Bíblico, padre Vitor Medeiros.

“Decidimos adiar, para já para o próximo dia 23, o nosso encontro devido à evolução da situação pandémica” referiu em declarações ao Igreja Açores. De qualquer, o sacerdote, que é o principal responsável pela animação dos grupos bíblicos da Ilha, lembrou que a pandemia não deve impedir cada uma das paróquias de celebrar este Dia, da forma que melhor conseguir.

“A palavra de Deus é uma das formas que temos de descobrir do sentido da nossa vida cristã. Por isso, todos devemos celebrar e viver a palavra de Deus” referiu o sacerdote, que reconhece que, sobretudo junto da juventude é mais dificil.

Leitores e catequistas têm uma tarefa primordial na leitura, aprofundamento e reflexão sobre a palavra de Deus, referiu o sacerdote que espera que os mais novos possam ser contagiados por esta Palavra.

O dia, criado pelo papa, é uma forma de sublinhar a importância da palavra do Senhor na vida de todos nós. Esta é, aliás, a dimensão central do dia, que foi criado para difundir a consciência sobre as Sagradas Escrituras: “Tornar os fiéis responsáveis pelo processo da transmissão viva da Palavra de Deus”, diz o prelado, que olha em particular para as famílias e as crianças. “Tornamo-nos responsáveis”, explicou ele, na medida em que conseguimos fazer as pessoas entenderem que a Palavra de Deus toca nossas vidas, e na medida em que conseguimos colocar a Sagrada Escritura nas mãos de nossos jovens e famílias, acompanhada também pela reflexão que a Igreja sempre fez sobre o assunto, conseguindo transmiti-la .

“A bíblia está cheia de histórias e momentos com muita intensidade; o próprio Jesus quando era interrogado tinha uma mestria incrivel para explicar o que queria, através de parábolas, de imagens e de gestos. Por isso, explicar o Evangelho de si mesmo já é o grande truque que se pode fazer”, afirmou ao Igreja Açores o padre Teodoro Medeiros.

“O problema da linguagem é crucial.. a simplicidade do principio da bondade, do perdão, do amor ao próximo, do respeito, o recurso a noticias, dados curiosos e acontecimentos insólitos ajudam-nos a explicar o Evangelho” , adianta o professor de Sagrada Escritura que lembra poder ser esse o caminho para atrair os mais novos para o estudo da Palavra.

O sacerdote, que se doutorou em Sagrada Escritura no final do ano passado e é professor no Seminário lembra a importância do estudo da Bíblia para os seminaristas.

“Estamos a falar de jovens que equacionam consagrar-se a Deus e ser membros ativos na vida da Igreja, por isso, o estudo é fundamental e a partir da Palavra de Deus é preciso ir mais além” estudando o contexto, algum episódio e até a própria palavra na sua raíz etimológica.

Por outro lado, sublinha, “A dimensão espiritual é muito importante porque se trata de um `alimento´”.

O Dia da Palavra de Deus foi instituído  a 30 setembro 2019 pela Carta Apostólica sob forma de Motu Proprio “Aperuit illis”,