Evento realiza-se entre 26 e 31 de julho do próximo ano

O padre Andrew Wolpiuk, coordenador das inscrições na Jornada Mundial da Juventude 2016, revela que se inscreveram mais de 200 mil jovens para o evento que se vai realizar entre 26 e 31 de julho em Cracóvia, Polónia.

“Até agora registamos um número muito alto de reservas, inclusive de lugares mais distantes do mundo, como as ilhas do Caribe e da Polinésia Francesa”, começou por destacar o sacerdote que revelou estarem “muito orgulhosos” porque o sistema está “estável” e funciona “sem problemas”.

O Papa Francisco foi o primeiro a inscrever-se na Jornada Mundial da Juventude, no dia 27 de julho, e menos de um mês depois a organização regista a inscrição de “mais 200 mil jovens”.

A agência SIR – Servizio Informazione Religiosa – esmiuçou os números e as origens das inscrições, concretamente: 100 mil peregrinos polacos já concretizaram a inscrição; 23 mil italianos e seis mil jovens da Espanha, Alemanha, Áustria, Brasil, Argentina e Canadá fizreram a reserva.

Segundo o padre Andrew Wolpiuk há ainda um “grande número” de reservas de regiões exóticas e do Oriente Médio, de África contam-se reservas do Gabão, Nigéria e Chade.

Grupos da Indonésia, Malásia e da Jordânia também já asseguraram a sua presença e “crescem” as inscrições dos jovens da América Central, “em especial de Honduras, Haiti e Guatemala”.

Á Rádio Vaticano o coordenador do setor das inscrições da JMJ 2016 afirmou que as “inscrições crescem mais a cada dia”.

“Há uma grande atração sobre o tema da Divina Misericórdia e sobre a Santa Faustina Kowalska”, comante ainda o padre Andrew Wolpiuk.

A JMJ 2016 vai realizar-se entre 26 e 31 de julho em Cracóvia, na Polónia na segunda vez que este país acolhe o encontro mundial de jovens com o Papa, depois da cidade de Czestochowa em 1991, com o Papa São Paulo II.

CR/Ecclesia