Pe. António Medeiros esteve esta segunda feira em Santo António além Capelas

A comunidade paroquial de Santo António além Capelas, na ilha de São Miguel, celebrou esta segunda feira os 25 anos de ordenação sacerdotal do atual reitor do Seminário Redemptoris Mater, de Boston, nos EUA, que é natural desta paróquia da ouvidoria das Capelas.

O Pe. António Medeiros foi ordenado sacerdote por São João Paulo II em maio de 1993, em Roma, e desde então tem desempenhado várias missões sendo uma das mais prolongadas no Oriente onde esteve 11 anos na China continental e depois dois anos em Taiwan. Desde 2005 que está em Boston, onde atualmente dirige o seminário Redemptoris Mater, pertencente ao Caminho Neocatecumenal.

Esta segunda feira presidiu a uma celebração na igreja onde foi batizado. Durante a homilia começou por agradecer a toda a comunidade, onde ainda residem muitos familiares, as orações que por ele fazem e sublinhou a importância do Batismo na vida de um cristão.

“Redescobrir o Batismo, que dá ao homem a dignidade de filho de Deus, é algo que o dinheiro não compra. Mas, não há riqueza maior do que anunciar o Evangelho” disse o sacerdote recorrendo às palavras de São Paulo para afirmar que a evangelização é “não é um luxo mas um dever” de todos os batizados que são chamados a “anunciar a esperança da vida eterna”.

O sacerdote sublinhou o valor da missão e recordou que Santo António é terra de padres, embora na sua maioria, todos tenham partido de uma maneira ou de outra. Para o sacerdote, o sentido de missão deve estar na base da atuação do cristão e por isso deve haver disponibilidade para ela.

A missa foi concelebrada por vários sacerdotes, entre eles o pároco de Santo António, Pe. Horácio Dutra, que no final da celebração agradeceu ao Pe. António Medeiros a partilha do seu testemunho e ensinamentos de vida”. O sacerdote manifestou o desejo de, um dia, conseguir juntar todos os padres naturais de Santo António, que são seis, dos quais  quatro estiveram presentes na missa desta segunda feira.

O Pe. Horácio Dutra salientou ainda a necessidade de rezar cada vez mais pelas vocações sacerdotais pois “os sacerdotes necessitam da oração do seu povo”.

Entre os sacerdotes que celebram 60 anos da sua ordenação sacerdotal este ano, na diocese de Angra, estão os padres David Botelho do Couto e Monsenhor António da Luz, ambos naturais de Santo António, na ilha de São Miguel. Monsenhor António da Luz, tal como o Pe. António Medeiros, é membro do Caminho Neocatecumenal e um dos sacerdotes que mais tempo lecionou no Seminário Episcopal de Angra e que viveu em Roma em pleno tempo do Concilio Vaticano II.

Em 2015, o Caminho nos Estados Unidos estava presente em 82 dioceses e 350 paróquias com cerca de mil comunidades. Os bispos de 8 dioceses (Boston, Washington DC, Newark, Filadélfia, Denver, Dallas, Miami e Guam), seguindo o exemplo de João Paulo II, erigiram seminários diocesanos Missionários Redemptoris Mater, onde estudam cerca de 250 seminaristas. Até à data, 180 sacerdotes, preparados nesses seminários, foram ordenados.

(Com Pedro Carvalho)