D. Ximenes Belo presidiu à missa campal das XV Festas do Espírito Santo de Ponta Delgada

O bispo de Dili, D. Xímenes Belo, presidiu esta manhã à missa campal das Grandes Festas do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada, no Largo da Igreja Matriz, concelebrada entre outros pelos padres Nemésio Medeiros (Pároco de São Sebastião) e cónego António Rego.

Na homilia o bispo timorense desafiou os açorianos a deixarem-se possuir pelo Espírito Santo “para levar ao mundo a boa nova da ressurreição”.

“O mundo em que vivemos,  continua a carecer de profetas que falem de Deus e  as situações escuras da vida – guerras, conflitos perseguições, fome, analfabetismo, o drama dos emigrantes – precisam que mostremos que Deus não abandona o seu povo” afirmou D. Xímenes Belo.

“Precisamos de novos missionários, sacerdotes ou leigos que, movidos pelo Espirito Santo, decidam entregar as suas vidas ao serviço de Deus no nosso mundo” esclareceu ainda o Nobel da Paz, que está a presidir às XV edição das Grandes Festas do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada, organizadas pela autarquia em parceria com as 24 freguesias do concelho.

Na homília o prelado timorense lembrou, ainda,  a importância deste culto junto das comunidades açorianas, “onde quer que se encontrem”, e afirmou que a sua vivência é uma nota dominante na cultura religiosa açoriana.

Por isso, “ainda hoje os açorianos são enviados por todo o mundo para serem testemunhas da santidade de Deus no mundo”, afirmou sublinhando que por serem “o povo santo de Deus participam da função profética de Cristo e são chamados a ser evangelizadores, missionários, catequistas e testemunhas do espírito divino em qualquer situação”, por “mais difícil que ela seja”.

As Grandes Festas do Divino Espirito Santo que começaram na passada quinta feira prosseguem esta tarde com a procissão da coroação, que percorrerá as principais ruas do centro histórico de Ponta Delgada, onde se incorporarão as 110 bandeiras e 90 coroas dos impérios do concelho e terminam com um concerto nas Portas da Cidade pelo grupo terceirense Myrica Faya.