Procissão solene será no domingo, dia 24 de setembro.

A festa em honra do Apóstolo São Paulo decorre entre 17 e 26 de setembro na freguesia piscatória da Ribeira Quente, na ilha de São Miguel, e será presidida pelo Pe João António das Neves.

A festa do padroeiro da Ribeira Quente, freguesia da ouvidoria da Povoação, é celebrada este ano em contexto do centenário da inauguração da igreja paroquial que será dedicada pelo bispo de Angra, D. João Lavrador.

A festa começa no dia 17 e terminará no dia 26 com o chamado “Enterro das Espinhas”, como salienta o programa a que o Igreja Açores teve acesso.

Assim, a festa no dia 17 abre com o cortejo de Oferendas, pelas 18h00; seguem-se as arrematações e depois arraial. No dia 22 de setembro, pelas 19h00, será celebrada uma Eucaristia evocativa do centenário que será presidida por D. João Lavrador e cantada por um coro da ouvidoria, composto por várias vozes. Nessa eucaristia a Igreja será dedicada. O dia 24 é o dia principal da festa com missa solene e procissão acompanhada  pelas filarmónicas União Progressista de Vila Franca do Campo; Marcial Troféu da Povoação; Nossa Senhora da Penha de França, de Água Retorta; Sagrado Coração de Jesus do Faial da Terra; Harmónica Furnense e São Paulo da Ribeira Quente.

Sendo uma data “muito especial” refere um comunicado da paróquia, a procissão de São Paulo, que sairá pelas 17h00, “está a ser preparada com muito carinho pelo povo da Ribeira Quente” e as principais ruas da freguesia “estarão encerradas ao trânsito a partir das 16h00” havendo dois parques de estacionamento para onde serão encaminhadas todas as viaturas, nomeadamente junto à praia do Fogo e na Avenida 31 de outubro.

No dia 25, pelas 16h00 haverá a procissão “da Migalha”, com o habitual sermão no Porto da Ribeira Quente e bênção dos utensílios da faina marítima, e às 20h00 será apresentado o livro do Tombo, da Paróquia de São Paulo.